Escolas na África

Há 14 anos os missionários Jorge e Socorro Ocossobo vem fazendo um trabalho missionário em Guiné Bissau na África. Guiné Bissau não foge das estatísticas dos países altos deste continente, a fome e a pobreza são realidades diárias nesse país. A área da educação é extremamente precária, as crianças que conseguiam entrar em uma escola, se viam tendo aulas debaixo de árvores, sem condição alguma. Foi aí que nasceu dentro do coração de Socorro Ocossobo o interesse em investir na qualidade da educação. O trabalho começou na Ilha de Bubaque, onde nasceu também a primeira Igreja Batista Shalon da África. Em 2010 foi então inaugurada primeira Escola Batista Shalon, atendendo cerca de 50 crianças, oferecendo além da educação a alimentação, uma vez que as crianças só tinham uma refeição por dia. Hoje, a escola atende mais de 300 crianças em Bubaque e oferece além da alimentação, uma Van que transporta as crianças para casa. Vendo o sucesso da Escola em Bubaque e a necessidade que também havia na Ilha de Caravela, uma ilha praticamente primitiva e ainda mais carente, onde reside a segunda Igreja Batista Shalon da África, em 2014 foi inaugurada a 2ª Escola Batista Shalon no país, que já atende cerca de 100 crianças. A Escola Batista Shalon mudou a realidade destas ilhas através da educação. Alguns membros das igrejas nas ilhas estão no Brasil estudando e se capacitando para lecionar e aumentar ainda mais a qualidade nas Escolas da África.

 

Igrejas na África

Há 14 anos os missionários Jorge e Socorro Ocossobo realiza um trabalho missionário em Guiné-Bissau na África. Este país possui um arquipélago chamado Arquipélago dos Bijagós, com várias ilhas e muitas delas ainda são bem primitivas. O trabalho desses missionários começou na Ilha de Bubaque, com bastante carência nas áreas de saúde, educação, alimentação além da carência espiritual. Em 2002 então começaram o trabalho missionário cuidando das pessoas e inauguraram a primeira igreja, que com o passar do tempo foi crescendo e hoje já conta com mais de 100 pessoas. Nesse período, chegaram muitas crianças na igreja, foi quando nasceu o desejo no coração de Socorro de abrir uma escola com qualidade que, além de suprir as necessidades das crianças na área da educação, uma vez que as demais escolas sobrevivem de maneira bem precária, seria mais uma maneira de ensinar sobre o Reino de Deus desde cedo. Hoje a escola atende mais de 300 crianças, oferecendo transporte, alimentação e educação. Em 2010 o trabalho expandiu para uma outra ilha, uma das mais distantes do continente e bem primitiva, a Ilha de Caravela. Lá foi inaugurada uma igreja que conta com cerca de 100 pessoas. Como a ilha é ainda mais precária e carente do que a Ilha de Bubaque, havia também a necessidade de educação, foi aberta em 2012 a segunda Escola Batista Shalon de Guiné-Bissau, que hoje atende cerca de 50 crianças, também oferecendo alimentação e educação. A Igreja Batista Shalon de Bubaque em 2015 fez sua primeira multiplicação, uma vez que haviam membros que precisavam caminhar 18 km para chegar a igreja. Então foi inaugurada uma igreja na Aldeia de Bruce, na Ilha de Bubaque. Esta igreja está hoje com 30 membros e é a mais recente no continente africano.

 

Kilo do Amor

Mensalmente, através das células, são realizadas ações sociais que contribuem para a satisfação das necessidades básicas de famílias carentes. Uma dessas ações é o Kilo do Amor que é realizado bimestralmente. O Kilo do Amor consiste em cada célula recolher alimentos para montar uma cesta básica. São cerca de 10 toneladas de alimentos por ação, que atende aproximadamente 200 famílias.